Um pacto para mudar a economia atual, tornando-a mais justa, sustentável e inclusiva: com este objetivo, começou na manhã desta quinta-feira, 19 de novembro, o encontro internacional Economia de Francisco. O evento, que se estende até o próximo dia 21, foi convocado pelo Papa Francisco em maio de 2019 e, em adaptação ao cenário de pandemia, está ocorrendo virtualmente, com transmissão ao vivo pelo YouTube e pelo site francescoeconomy.org.

A abertura ocorreu às 10h do horário de Brasília e contou com mensagem gravada pelos jovens integrantes do Movimento ATD Quarto Mundo, com o tema “Ouvir o grito dos mais pobres para transformar a terra”. Em seguida, houve um discurso do prefeito do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, Cardeal Peter Turkson.

Na parte da tarde, o evento prossegue com conferências de jovens economistas e empresários junto a oradores internacionais. Haverá ainda conexões, junto ao Papa Francisco, com os Santuários da Espiação e de Rivotorto, para momentos de espiritualidade. O encerramento do primeiro dia de atividades ocorre após sessão interativa entre os jovens participantes, com apresentação da peça teatral “O retorno do pequeno príncipe”.

No dia 20 de novembro, a programação se inicia com mais um momento de conferências, entre as quais duas contarão com a participação do Brasil: “Responsabilidade sócio-ecológica: olhar global e ações territoriais”, que recebe o Padre Vilson Groh e o teólogo Leonardo Boff; e “Somos todos países em desenvolvimento”, com a presença de Kate Raworth, J. Perkins e de duas jovens brasileiras – Mariana Maria e Myrian Castello. Ambas as atividades têm início às 10h10 do horário de Brasília.

Para a mesma data, estão programados ainda outros dois momentos junto ao Papa Francisco, em conexões com o Edifício Monte Frumentário e com a Basílica de Santa Clara. Haverá também uma maratona de 24h com apresentações de todos os países participantes. A exposição dos jovens brasileiros ocorre a partir das 16h do horário de Brasília, trazendo um panorama da organização do Brasil para a discussão e construção da Economia de Francisco e Clara.

No último dia da programação, 21 de novembro, acontecem as sessões “Vocação e lucro” e “Somos todos países em desenvolvimento”, seguidas de diálogos entre os jovens. Os encontros com Papa Francisco ocorrem em conexão com a Igreja de San Damiano e durante o vídeo de encerramento, que traz mensagem gravada pelo pontífice.

Participação do Corecon-MG

Entre os 500 jovens selecionados em todo o mundo para participar do encontro internacional Economia de Francisco, destacam-se três membros do plenário do Corecon-MG: as conselheiras Emmanuele Araújo e Pâmela Sobrinho, e o conselheiro e vice-presidente, Gustavo Aguiar. O trio de economistas já discutiu sobre o tema em live promovida pelo Conselho em junho de 2020, onde cada um contou um pouco mais sobre as vilas temáticas das quais fazem parte. A transmissão foi gravada e pode ser assistida no canal do Corecon-MG no YouTube.

Encontro internacional Economia de Francisco ocorre a partir desta quinta-feira
Tags:                                 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *